Noticias

 

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Curso utiliza impressões em 3D para facilitar a compreensão do corpo humano

Destinado a professores da rede básica de ensino e organizado pela Disciplina de Telemedicina do Departamento de Patologia da FMUSP, o curso tem inscrições abertas até o dia 15 de junho

Estão abertas as inscrições para o 10º Encontro USP Escola, organizado pelo Instituto de Física da Universidade de São Paulo. O evento dá a oportunidade aos professores da rede pública de atualizarem seus conhecimentos através do contato com docentes da universidade. Todos os cursos serão realizados de 13 a 17 de julho. Para se inscrever, é preciso preencher um formulário no site da Comissão de Cultura e Extensão do Instituto de Física.

Em sua segunda participação no encontro, a Disciplina de Telemedicina (DTM) do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina (FM) da USP oferece o curso Criação de Espaços Culturais para desvendar os mistérios do corpo humano com o uso do Homem Virtual e de impressoras 3D. Esse foi um dos melhores cursos, na opinião dos participantes, realizados na última edição do evento, em janeiro desse ano. Saiba mais.

O curso da DTM visa orientar os professores na criação de espaços culturais interativos sobre saúde, usando o acervo do Projeto Homem Virtual (objetos educacionais de aprendizagem em formato de vídeos temáticos, com imagens tridimensionais do corpo humano) e impressoras 3D. Os arquivos digitais do Homem Virtual são adaptados para que seja possível a impressão em 3D, originando estruturas anatômicas (em tamanho reduzido, real ou aumentado) que podem ser tocadas.

A finalidade dos espaços culturais é proporcionar aos estudantes ambientes agradáveis de convivência, onde os temas em saúde são trabalhados numa dinâmica de descoberta sobre o mistério do funcionamento do corpo humano. “Uma das boas formas de estimular o aprendizado é levar o aluno a ter uma experiência vivencial, que alguns referem como ‘imersiva’, principalmente quando os tópicos abordados possuem alguma correlação com assuntos aprendidos em salas de aula e há foco em aplicabilidade no cotidiano do aluno”, explica o professor Chao Lung Wen, chefe da Disciplina de Telemedicina do Departamento de Patologia da FMUSP.

Com carga horária de 40 horas, o curso envolve atividades teóricas e práticas, presenciais e a distância. As aulas presenciais acontecerão de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h30, na Faculdade de Medicina da USP. O período da tarde é reservado para a reflexão e interação a distância, utilizando uma plataforma educacional na Internet.

O curso sobre criação de espaços culturais em saúde faz parte do Programa Jovem Doutor Redes, que teve início em 2007, desenvolvendo, desde então, atividades em São Paulo (Tatuí, Bauru, Santos e capital) e Amazonas (Manaus, Parintins). Premiado 6 vezes, o programa promove a melhoria da saúde da população com ações educativas, envolvendo estudantes dos ensinos fundamental e médio; universitários da área da saúde; professores da educação básica; professores e especialistas em saúde e profissionais das Unidades Básicas de Saúde.

Projeto Jovem Doutor © 2015 | Provido pela Telemedicina USP